Rota do Românico: Tarde Palaciana na Igreja de Veade

Em novembro, os domingos são marcados pelas Tardes Palacianas na Rota do Românico, com concertos de Jacinto Neves e do ConcentusPerTempora-Ensemble, sempre às 16 horas.

Depois da Igreja de São Cristóvão de Nogueira, em Cinfães, será agora a vez da Igreja de Santa Maria de Veade, em Celorico de Basto, receber no próximo domingo, 14, este espetáculo de música da época barroca e romântica, levemente comentado para uma maior aproximação ao público.

«Um concerto Real pelos sons da Corte de D. João V, em que visualizamos o rei Magnânimo regozijado com obras dos compositores ao seu serviço, como Pedro António Avondano, Alessandro e Domenico Scarlatti, em harmonia com os europeus de relevo da época, tais como Antonio Vivaldi, Tomaso Albinoni e o incontornável Johann Sebastian Bach.»

As duas últimas Tardes Palacianas estão agendadas para a Igreja de São João Baptista de Raiva, em Castelo de Paiva, no dia 21, e para o Mosteiro de Santa Maria de Pombeiro, em Felgueiras, no dia 28.

A entrada nos concertos é gratuita, condicionada à lotação dos espaços, por ordem de chegada.

O ConcentusPerTempora-Ensemble, formação de constituição flexível, procura difundir variados períodos e estéticas musicais às mais abrangentes massas culturais que emergem nos nossos tempos.

O Ensemble tem vindo a realizar inúmeros concertos em monumentos e museus nacionais, oferecendo ao público o prazer de escutar compositores portugueses e internacionais.

Promovidos pela Rota do Românico, estes eventos enquadram-se no projeto EEC PROVERE Turismo para Todos: Valorização, dinamização e promoção turística da região, sendo cofinanciado pelo Norte 2020, Portugal 2020 e União Europeia.

A Rota do Românico reúne, atualmente, 58 monumentos e dois centros de interpretação, distribuídos por 12 municípios dos vales do Sousa, Douro e Tâmega (Amarante, Baião, Castelo de Paiva, Celorico de Basto, Cinfães, Felgueiras, Lousada, Marco de Canaveses, Paços de Ferreira, Paredes, Penafiel e Resende).

As principais áreas de intervenção da Rota do Românico abrangem a investigação científica, a conservação do património, a dinamização cultural, a educação patrimonial e a promoção turística.

Diariamente lemos o mundo na procura de sentido para encontrarmos a mensagem religiosa necessária para si. Fazemo-lo num tempo confuso que pretende calar o que temos para dizer. Sem apoios da nomenclatura publicitária, vimos dizer-lhe que precisamos de si porque o nosso trabalho não tendo preço necessita do seu apoio para continuarmos a apostar neste projecto jornalístico.

Deixe uma resposta

*