Novos livros… novas leituras: Catecismo Bíblico para crianças

Graças a Deus pelos netos!

Hoje, um ano e dois meses após o nascimento da minha neta, Filipa, sei exactamente o que significa ser avó, mas não consigo expressá-lo em palavras.

Todos os dias oro por ela e peço a Deus para cuidar dela, proporcionando-lhe um crescimento saudável em estatura, sabedoria e entendimento, mas, acima de tudo, rogo-Lhe que a faça uma filha Sua, por meio da fé, convencendo-a de pecado, levando-a ao arrependimento, adoptando-a em Jesus Cristo e conformando-a à imagem e semelhança de Cristo, todos os dias da sua vida.

Sou grata pela bênção de poder cuidar dela nos primeiros anos de vida e, hoje, pensei escrever este livro “Catecismo Bíblico – 50 perguntas e respostas sobre Deus” – para ela e para todas as crianças de Portugal.

Num mundo cada vez mais afastado de Deus, no qual muitas crianças são entregues a si mesmas, criadas sem saberem quem é Deus, oro para que este livro seja uma ferramenta que muitos pais usem para dar aos seus filhos TUDO o eles mais precisam: conhecer Deus, pois só a partir dEle podem conhecer-se a si mesmos e alcançar a verdadeira alegria e felicidade, aqui e por toda a eternidade. Amém.

Agradeço também ao meu amado amigo e irmão em Cristo, o Pr. Tiago Bugalho, pelo que escreveu para a contra-capa do meu livro:

“Maria Helena Costa produziu um pequeno livro, mas supriu uma grande necessidade ao oferecer um recurso muito útil, conciso e acessível para ajudar os pais na educação cristã dos seus filhos.

Este catecismo é um importante passo para recuperar uma prática antiga, mas muito eficaz para conduzir as nossas crianças ao entendimento da fé cristã.”

Para adquirir o livro, contactar: mariahtafc1965@gmail.com

Ou pelo chat do facebook: https://www.facebook.com/maria.h.costa.39/

Diariamente lemos o mundo na procura de sentido para encontrarmos a mensagem religiosa necessária para si. Fazemo-lo num tempo confuso que pretende calar o que temos para dizer. Sem apoios da nomenclatura publicitária, vimos dizer-lhe que precisamos de si porque o nosso trabalho não tendo preço necessita do seu apoio para continuarmos a apostar neste projecto jornalístico.

Deixe uma resposta

*