A Senhora do Rosário

A Senhora do Rosário, é a Senhora do amor, dos mistérios de Jesus e dos seus próprios mistérios, é a Senhora das Virtudes, a Senhora “discípula de Jesus”. Celebrá–La neste mês de Outubro é entrar numa escola para aprender com a Mãe a viver o Evangelho e a amar.

1º Senhora da Oração. Virgem Orante, Senhora dada à Oração como lhe chamou Paulo VI, a Senhor é mestra na arte de orar, a arte do essencial. Meter-se na sua escola e pedir a graça de rezar mais e melhor. Oração de louvor em Magnificat, oração de oferta na Apresentação no Templo, oração de súplica em Caná, oração de sim heróico no Calvário, oração comunitária no Cenáculo com os Apóstolos. Oração que nasce do amor, de um coração centrado no essencial. Quem ama reza e busca modos de estar presente ao Amado. Como vai a minha vida de oração: Ofício divino, Meditação diária, Exame de consciência, súplica e intercessão pelo mundo, oração eucarística e mariana? Sinto que sou homem orante? Que dou tempo e amor ao diálogo com o Pai, o Espírito, Jesus Cristo, Maria??? Ando unido a Deus durante o dia? Entro em comunhão? Cultivo a amizade e o diálogo? Vivo centrado? Sou mestre de oração?

2º A Senhora da Caridade. Cheia de graça, como Lhe diz o Arcanjo no dia da Anunciação e da Encarnação, mistério fundamente, significa “cheia de amor”. A graça é a vida de Deus, e Deus é Amor. Cheia de amor para com Deus e para com os outros, Maria, a Senhora da caridade vivida, actuante, atenta… Para com Deus num sim contínuo e amoroso, querendo sempre o que Deus queria e dizendo seu “fiat”… Caridade com Isabel pois foi apressadamente para servir e ficou três meses. Caridade para com os noivos de Caná intercedendo e pedindo “vinho novo”. Caridade com o mundo, a humanidade sofrendo, oferecendo o Filho e oferecendo-Se com Ele. Caridade com os Apóstolos rezando com eles e amparando a Igreja nascente. Como exerço a caridade no dia-a-dia? Com o Povo de Deus que me está confiado? Com os mais doentes e mais pobres? Com o mundo que precisa do meu dom e do meu amor, pelo menos na oração…?

3º A Senhora Pobre, Humilde e Serva. Maria tinha uma só riqueza: Deus, o seu amor, a sua vida, a sua graça. Viveu pobre por fora e por dentro. Vida simples, modesta, despojada, sem vaidades, sem adornos, sem luxo, sem comodidades próprias dos ricos…Humilde, sem ostentação, sem vanglória, sem querer elogios, com a modéstia no falar, no vestir, com a simplicidade que quem se reconhece a “serva”. Os pobres e humildes lançam-se ao “serviço”. Maria é a serva de Deus, canta-o no Magnificat e vive-o na vida… é a seva dos homens, da família, do mundo, talvez dos pobres de Nazaré, dos mais necessitados… Imita seu Filho que viveu pobre, que foi humilde até ao lava-pés, que foi servo e disse que “vinha para servir e não para ser servido”.

Passar o mês de Outubro, mês do Rosário, com o Festa da Senhora do Rosário no dia 7, mas cada dia acompanhados por Ela, será para todos nós, um dom e uma graça. O Rosário, rezado, saboreado, meditado, é a nossa força e fonte de graça.

 

P. Dário Pedroso * Jesuíta * Lisboa

Diariamente lemos o mundo na procura de sentido para encontrarmos a mensagem religiosa necessária para si. Fazemo-lo num tempo confuso que pretende calar o que temos para dizer. Sem apoios da nomenclatura publicitária, vimos dizer-lhe que precisamos de si porque o nosso trabalho não tendo preço necessita do seu apoio para continuarmos a apostar neste projecto jornalístico.

1 Comment

Deixe uma resposta

*