Origo na Igreja de São Martinho de Mouros

No próximo sábado, 24, pelas 21h30, a digressão “Monumentum” do Origo Ensemble pela Rota do Românico tem mais uma paragem. Desta vez, será na Igreja de São Martinho de Mouros, em Resende.

A entrada é gratuita, condicionada à lotação do espaço, por ordem de chegada.

O espetáculo “Monumentum” é essencialmente vocal, com repertório sacro de cariz medieval, bizantino e renascentista, incluindo pequenos apontamentos sobre a narrativa das peças, os compositores e outras curiosidades da história da música.

Ensemble vocal feminino, as Origo nasceram em 2011, tendo como objetivo o estudo, a interpretação e a divulgação da música antiga. A sua formação atual conta com Ana Margarida Laranjeira, Patrícia Ramos, Raquel de Lima, Sofia Macaia e Sónia André.

Este evento enquadra-se no projeto EEC PROVERE Turismo para Todos: Valorização, dinamização e promoção turística da região, cofinanciado pelo Norte 2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

Monumento que se destaca no românico português, a Igreja de São Martinho de Mouros impressiona pela robustez da sua fachada turriforme. Porém, não obstante a sua aparência militar, nunca cumpriu funções que não fossem as litúrgicas. A sua edificação pode ter-se arrastado por vários anos, resultando na cessação do projeto original, que se pensa de três naves e cujo arranque corresponde ao interior da torre-fachada. No interior, destaca-se a capela-mor profundamente alterada na Época Moderna. A Igreja de São Martinho de Mouros foi classificada como Monumento Nacional em 1922.

A Rota do Românico reúne, atualmente, 58 monumentos e dois centros de interpretação, distribuídos por 12 municípios dos vales do Sousa, Douro e Tâmega (Amarante, Baião, Castelo de Paiva, Celorico de Basto, Cinfães, Felgueiras, Lousada, Marco de Canaveses, Paços de Ferreira, Paredes, Penafiel e Resende).

As principais áreas de intervenção da Rota do Românico abrangem a investigação científica, a conservação do património, a dinamização cultural, a educação patrimonial e a promoção turística.

Inf. Rota do Românico

Diariamente lemos o mundo na procura de sentido para encontrarmos a mensagem religiosa necessária para si. Fazemo-lo num tempo confuso que pretende calar o que temos para dizer. Sem apoios da nomenclatura publicitária, vimos dizer-lhe que precisamos de si porque o nosso trabalho não tendo preço necessita do seu apoio para continuarmos a apostar neste projecto jornalístico.

Deixe uma resposta

*