Púlpito: No Povo de Deus, não há aceção de pessoas, judeu ou grego, jovem ou idoso, ignorante ou doutorado, porque todos são um só em Cristo Jesus…

Homilia na Festa do Batismo do Senhor | Ano C 2022

Dá corda aos teus sapatos! É com este desafio que concluímos o tempo do Natal e entramos no Tempo Comum, ao celebramos hoje a Festa do Batismo do Senhor. Ela marca o início da vida pública de Jesus e da missão junto do Seu Povo. Entre os muitos e belos pormenores, que poderíamos sublinhar nesta cena do Batismo de Jesus, destaco esta frase tão bonita: Quando todo o povo recebeu o Batismo, Jesus também foi batizado” (Lc 3,21) Jesus está no meio do Povo. Antes de se imergir na água, Jesus imerge-se na multidão, une-se ao Seu Povo, mergulha e assume plenamente a nossa condição humana, desce até ao abismo do nosso pecado, numa anulação que chegará até à Cruz, lugar do Seu verdadeiro Batismo de Sangue. Porém, irmãos e irmãs: nós não recebemos o Batismo de João Batista. Nós somos batizados em Jesus Cristo, mergulhados com Cristo na Sua morte e ressurreição, para viver com Ele uma vida nova. Gostaria, por isso, ao abrir a Porta do Batismo e do Tempo Comum, destacar esta graça de sermos todos, pelo Batismo, membros do santo Povo de Deus. E desafiar-vos a agitar as águas do Batismo, dando corda aos sapatos, prosseguindo o esforço de caminharmos juntos, em três eixos sinodais fundamentais: comunhão, participação e missão.

1. Dá corda aos teus sapatos, para caminhares em comunhão! Deus convoca-te, escolhe-te e salva-te como membro de um Povo, e não como um ser isolado. Ninguém se salva sozinho, nem como indivíduo isolado, nem pelas suas próprias forças (cf. EG 113). Este Povo, que Deus escolheu para Si e convocou é a Igreja. Por isso, desenvolve em ti o prazer espiritual de seres membro do Povo de Deus (EG 268), fugindo de tudo o que são grupos de suposta elite espiritual. Cultiva o gosto de estares no meio das pessoas, sem distinção de raça, de pátria, de partido, de poder económico, de nível académico. No Povo de Deus, não há aceção de pessoas, judeu ou grego, jovem ou idoso, ignorante ou doutorado, porque todos são um só em Cristo Jesus (cf. Gl 3, 28).Experimenta a alegria de seres e fazeres parte desta comunidade, onde vives e convives, onde celebras, rezas, escutas a Palavra, com os outros e como os outros. Se Cristo for o centro de tudo, não criarás divisões nem grupinhos, não te porás ao lado deste ou daquele, de maiorias ou de minorias. Procurarás apenas receber e oferecer Cristo, para construíres com todos o Seu Reino. Querido irmão, querida irmã: dá corda aos teus sapatos, para caminhares sempre em comunhão com o Santo Povo de Deus.

2. Dá corda aos teus sapatos, para uma ativa participação na edificação da Igreja. Numa Igreja sinodal, é-te pedido que dês a tua palavra, que digas o que pensas, sentes e sonhas, para a tua Igreja, escutando com humildade, falando com verdade, participando na elaboração e discernimento das decisões, envolvendo-te cada vez mais nas ações da comunidade. Fá-lo com esta confiança de que o Povo de Deus, na totalidade dos seus fiéis, em virtude da unção espiritual que recebe no Batismo, ao crer, não pode enganar-se (cf. EG 119; LG 12). Lembra-te hoje e sempre: na Liturgia, não és espetador, mas ator; no Anúncio da Palavra, és arauto e não apenas ouvinte; na Caridade, és operador e não mero benfeitor; na vida da tua comunidade és cooperador e não treinador de bancadaPor isso, querido irmão, querida irmã: dá corda aos teus sapatos, para uma participação ativa na tua Igreja.

3. Dá corda aos sapatos, para viveres em missão. A missão é uma paixão por Jesus, e uma paixão pelo seu Povo. Todo o processo sinodal, em curso, se destina a fazer com que a Igreja, através de ti, testemunhe melhor o Evangelho aos distantes, aos ausentes, aos indiferentes, aos excluídos, aos carentes, seja de coisas materiais, de bens espirituais, de gestos de afeto ou de princípios morais. Por isso, o Evangelho deve chegar a todos, porque todos nós, de uma forma ou de outra, somos carentes. Querido irmão, querida irmã: dá corda aos teus sapatos: sê uma missão na tua casa, na tua família, na tua escola, na tua empresa, na tua terra.

Irmão, irmã: pés ao caminho, juntos por um caminho novo! Dá corda aos teus sapatos, para uma Igreja sinodal, de comunhão, participação e missão.

 

P. Amaro Gonçalo * Pároco da Senhora da Hora, Matosinhos * Diocese do Porto

Diariamente lemos o mundo na procura de sentido para encontrarmos a mensagem religiosa necessária para si. Fazemo-lo num tempo confuso que pretende calar o que temos para dizer. Sem apoios da nomenclatura publicitária, vimos dizer-lhe que precisamos de si porque o nosso trabalho não tendo preço necessita do seu apoio para continuarmos a apostar neste projecto jornalístico.

Deixe uma resposta

*